Distress Markers e Tag, com Irene

Olá!!!!!! Aqui é a Irene Mendes, e no post de hoje eu vou compartilhar com vocês como eu pinto usando Distress Markers. Trago-vos, portanto, um tutorial com as fotos da pintura de pele que fiz desta lindíssima Tilda.

Para começar eu irei usar um papel que melhor se ajusta a este tipo de pintura: eu falo do “Bockingford Traditional Watercolour Paper – Hot Press 300g/m2” e escolho para esta pintura o pincel 3/0 da Da Vinvi.

Mas vamos começar com a pintura de pele:

São estas as cores que eu vou usar: vintage photo, tattered rose, walnut stain.

Começo por aplicar o vintage photo no contorno do rosto, em pequenos traços e com movimento circulares e eu vou esfumando a cor de forma a evitar que se forme marcas. Para a segunda cor, ou seja, para a segunda camada de cor,  irei usar o Tattered Rose para lhe dar um tom mais rosado e criar a profundidade em “degradeé”.

Resumindo eu posso criar com uma camada um efeito mais claro de pele, mas à medida que eu prossigo com a segunda camada podemos ver que a pele fica mais bronzeada e definida.

Agora irei usar uma cor que talvez muitas nunca pensariam usar, irei marcar as minhas sombras com o Walnut Stain.

 

Como podem observar pelas fotos, a pele ficou com uma profundidade bastante destacada e as sombras mais definidas. Agora para dar um pouco de cor à face irei colocar as bochechas da Tilda. Este processo tem de ser feito com bastante cuidado para que nada estrague todo o trabalho feito a pouco.

Para muitas coloristas o Barn Door seria a cor indicada e única para esta parte do rosto, mas eu prefiro-lhe dar um ar mais corado.

Este processo deverá ser feito com movimentos circulares bastante pequenos e com muita atenção à quantidade de água que levamos ao pincel. O movimento circular também é útil para disfarçar as linhas e pequenas marcas que a tinta pode deixar entre as cores.

Agora iremos repetir o processo acima, usando as mesmas cores para pintarmos as mãos da Tilda. Vamos então começar pelo Vintage Photo, seguido pela Tattered Rose e finalizando com o Walnut Stain.

Termino a minha pintura usando o Walnut Stain para os cabelos da Tilda e o Pumice Stone para definir o contorno.

Para o contorno irei usar duas cores a que já mencionai acima, o Pumice Stone, sobejamente usada pela grande maioria das coloristas, e irei marcar e definir alguns detalhes no contorno com o Black Soot.

E alguns detalhes nas bochechas com caneta gel branca.

Após finalizar a pintura irei criar a Tag que preparei para vocês.

 

 

 

Produtos usados:

Carimbo: “Wihoo Emoji Tilda – Magnolia”

Papel Decorativo: Everyday Vintage Love Letter Kit – PRIMA

Caneta Roll Gelly – SAKURA cor Branca

Spellbinders Nestabilities: Standard Large Circle

Scrapiniec Chipboard

Flores de Foamiran (feitas por mim)

Espero vos ter inspirado e até breve…

Irene Mendes

,

2 Responses to Distress Markers e Tag, com Irene

  1. manu silva February 17, 2017 at 11:11 pm #

    Lindo obrigado pela partilha ,trabalho magnifico ,adoro as flores 😉

  2. Cecilia Reyes Montes February 18, 2017 at 4:17 am #

    Love it! Thanks for sharing.

Leave a Reply

Powered by WordPress. Designed by WooThemes